Resenha – Chocolate

13 de abril de 2010

Chocolat – Joanne Harris – 1999 – Editora Record

Johnny Depp e Juliette Binoche na capa brasileira

Chocolat é um doce exagero. Croissants, florentines, pralines, amandines, éclairs, mendiants, waffles, pain d’épices, pain au chocolat, petits fours, nougatines, fondant de caramelo, maçapão de damasco, trufas ao rum branco, camafeus, panquecas, mamilos-de-Vênus, crème chantilly, mocha, chocolat espresso e chococcino. São tantos doces que o livro poderia ser avaliado como o catálogo da La Céleste Praline Chocolaterie Artisanale, não fosse pela estória saborosa.

Lansquenet-Sous-Tannes é uma cidadezinha no interior da França, igualzinha a qualquer outra cidadezinha do interior de qualquer outro país cristão. O mon père (curé ou padre) é a engrenagem que mantém o hábito religioso de meia dúzia de carolas e de uma população conservadora, de ombros curvados, oprimidos pelas suas obrigações espirituais.

Em contrapartida, existem os forasteiros, os ciganos e os excluídos. Vianne Rochet e sua filha Anouk são forasteiras. Chegam à cidade com o vento do carnaval e ali ficam para fundar a chocolaterie La Praline. Logo de partida, padre Reynaud – homem austero que guarda em seu passado um grande segredo – considera-as a encarnação da heresia, tentações para seu rebanho com seus chocolates e suas maneiras seculares. Dessa antipatia mútua entre Reynaud e Vianne surge brigade anti-chocolat do padre, porquanto Rochet sente-se ainda mais motivada a ficar e encontrar seu espaço na vila.

Leia o resto deste post »

Ad Eternum #1

12 de abril de 2010

“Dê uma máquina de escrever a um homem e ele se tornará um escritor”.

Charles Bukowski – Misto Quente

Tem coisas que são escritas para durar para sempre. Envie sua citação favorita para o e-mail mais1livro@gmail.com e veja publicado no Mais1Livro.com.

“Quando Gregor Samsa despertou uma manhã na sua cama de sonhos inquietos, viu-se metamorfoseado num monstruoso insecto.” …

Primeira Edição, 1915

A Metamorfose é um dos contos mais populares do século XX. Franz Kafka, o autor do incompreensível,  retrata o absurdo, a angústia e o desespero encarnados no personagem que acorda e se depara com seu corpo metamorforseado em um inseto.  Publicado em 1915, é a magnum opus de Kafka, um dos autores mais influentes do  começo do século passado. Clique no link abaixo para fazer o download:

Livros Digitais: A Metamorfose – Franz Kafka

O site mais1livro.com respeita os direitos autorais e só disponibiliza livros listados no portal domíniopublico.gov.

Os Melhores Livros da Década

10 de abril de 2010

O jornal inglês The Times elegeu os 100 melhores livros da década. A lista, criada por colaboradores do Times Online, compreende romances, enciclopédias, livros científicos, biografias e comic-books, mas não inclui nenhuma obra da língua portuguesa. Vamos aos 10 melhores, com descrições da Folha Online:

#1 A Estrada – Cormac McCartney

Cormac McCarthy descreve um futuro “não muito distante” do que pensamos quando usamos a expressão. No entanto, a leitura do romance “A Estrada” reporta diretamente ao presente, tanto que a obra foi considerada a melhor da década pela equipe do suplemento de literatura do jornal inglês “The Times”. O veículo considera McCarthy um poeta de extremidade, e considera a narrativa do volume simples. Há pausas no sofrimento dos sobreviventes, mas há também mais frequentemente terror. O jornal compara a concisão da linguagem de McCarthy à do escritor norte-americano Ernest Hemingway por meio de cadências que, às vezes, lembram o ritmo pulsante do padre jesuíta e poeta inglês Gerard Manley Hopkins.

Nessa espécie de futuro atemporal descrita em “A Estrada”, as cidades foram transformadas em ruínas, as florestas em cinzas, os céus tornaram-se turvos e os mares estéreis. A narrativa é simples e apresenta um homem e um filho que vagam, assim como todos os outros habitantes que restaram na Terra. Cobertores, um carrinho de compras com escassos alimentos e um revólver são seus infiéis companheiros na imensidão. A dupla segue em busca da salvação tanto de si próprios quanto do mundo. Mal sabem que a estrada a seguir também é um caminho a aceitar e digerir a duras penas. A jornada os mantêm unidos e lhes impulsiona a sobreviver.

Leia o resto deste post »

“Uma noite destas, vindo da cidade para o Engenho Novo, encontrei num trem da Central um rapaz aqui do bairro, que eu conheço de vista e de chapéu.”

A obra-prima machadiana

Para inaugurar a seção Livros Digitais, escolhemos um dos maiores escritores de língua portuguesa – e por que não, um dos maiores da história -, primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras e genuinamente brasileiro. Romancista, dramaturgo, contista, jornalista, cronista e teatrólogo, Machado de Assis tem uma das mais extensas e completas obras da literatura brasileira. Sua magnum opus Dom Casmurro é um dos mais célebres romances brasileiros, o mais traduzido para outros idiomas. Um livro enigmático, responsável por uma das questões mais irresolúveis da literatura: Capitu traiu ou não traiu Bentinho? Publicado em 1899, o livro já está há quarenta anos sob domínio público, e está agora disponível no Mais 1 Livro.com. Clique abaixo para efetuar o download:

Livros Digitais: Dom Casmurro – Machado de Assis

O site mais1livro.com respeita os direitos autorais e só disponibiliza livros listados no portal domíniopublico.gov.

Memoirs of a gueisha, 1997 – Arthur Golden – Imago


Os olhos azul-acinzentados em destaque na capa brasileira

Rostos redondos, olhos puxados, maquilagem branca e quimonos exuberantes; Memórias de uma Gueixa vai além do estereótipo e nos leva para passear por uma das mais peculiares culturas japonesas. Somos guiados pela memória da pequena Chiyo, em seu caminho para se tornar a gueixa de olhos azul-acinzentados Sayuri. No trajeto, vamos conhecendo os dramas pessoais, as intrigas, as passagens históricas e descrições detalhadas dos costumes japoneses.

“Uma descrição minuciosa da alma de uma mulher já apresentada por um homem”, Arthur Golden demonstra sua habilidade como romancista ao unir uma pesquisa detalhada ao seu conhecimento sobre a cultura japonesa e transformar tudo em personagens fascinantes. Chiyo é uma jovem vivendo em uma pequena vila de pescadores, na iminência de perder seus pais.

Após der vendida, separa-se da sua irmã Satsu, e vai para o okiya Nitta, no distrito de Gion em Kyoto. A grande jogada do escritor é transformar sua criação literária em relato histórico, no formato de memórias, dando ao leitor a sensação de veracidade a cada linha.

Leia o resto deste post »

Mais 1 Livro para todos

7 de abril de 2010

Livros são fascinantes, não são? Cada um tem um jeito peculiar de admirá-los.

Existem os tímidos, que gostam de ver os livros parados na estante, mas não se atrevem a lê-los. Os sensitivos, que antes de uma boa leitura, dão uma boa cheirada no papel, e já sabem o tipo de livro que têm em mãos. Para os compulsivos a contracapa de um é a capa do outro. Existem também os apressados, que começam a ler vários livros e terminam poucos.

Os fanáticos conseguem fechar os olhos para a incrível variedade da literatura, só lêem um autor, ou um estilo. Os chatos vêem problemas em todos os livros, e dificilmente se rendem ao capricho de admirar uma obra por completo. Os hiperativos sempre têm três ou mais livros sobre a cabeceira. Os exibicionistas lêem basicamente pelo prazer de contar o que leram.

Raramente você vai encontrar duas pessoas que olham um livro da mesma forma. Você pode ser chamado de tímido, sensitivo, compulsivo, apressado, fanático, chato, hiperativo, exibicionista, tanto faz. Para um bom leitor, não existem rótulos. Existem livros.

Este blog é apenas mais um sobre literatura. Um blog sem preconceitos, você pode ter a mania mais absurda e impronunciável, mas poderá encontrar algo que gosta por aqui sem problemas. Todos são bem-vindos para ler, opinar, sugerir e ajudar, por que não?

Estamos só começando, e nem sabemos exatamente para onde vamos. Planejamos resenhas, biografias, notícias, listas, etc. Mas isso é só o começo. A grande fascinação da leitura é não saber exatamente para onde ela nos leva.

Achou a idéia interessante? Você pode encontrar o Mais1Livro em outros lugares. Anota aí:

Twitter, Skoob, O Livreiro e  Orkut.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.